top of page

Banco de Dados de espectros de materiais de pinturas

Se você é profissional da área do Património Cultural e conhece a relevância da identificação de materiais em obras de arte, tem ao seu dispor uma nova ferramenta digital de apoio à sua investigação com técnicas espectroscópicas não ou minimamente invasivas!


O banco de dados do INFRA-ART foi desenvolvido como uma biblioteca espectral integrada de acesso aberto de materiais de pintura de artistas. O banco de dados é uma compilação contínua de espectros que contém neste momento espectros ATR-FTIR e XRF primários, e um conjunto de dados preliminares de espectros Raman, de vários grupos de materiais (componentes de pigmentos, tintas coloridas artísticas, etc.). A base de dados é um recurso de acesso aberto, livremente acessível online, que foi desenvolvido com o objetivo de apoiar outros especialistas no campo das ciências do patrimônio que trabalham com técnicas de espectroscopia XRF, infravermelho (ATR-FTIR) ou Raman.



Fonte: XRF Boot Camp for Conservators (2013–2020) - https://www.getty.edu/conservation/our_projects/education/xrf/2014_xrf.html


Técnicas de caracterização facilmente acessíveis, como fluorescência de raios-X (XRF), espectroscopia infravermelha por transformada de Fourier (FTIR) ou espectroscopia Raman, são neste momento as ferramentas analíticas mais usadas no patrimônio e na ciência da conservação. A identificação de materiais em obras de arte é uma etapa fundamental para a compreensão da história de um objeto ou da técnica de um artista. A caracterização e o diagnóstico abrangentes dos vários materiais constituintes das obras de arte podem fornecer informações valiosas sobre os métodos de trabalho do artista, bem como evidências significativas de datação, atribuição de proveniência ou detecção de falsificação. O desenvolvimento de bancos de dados com informações de alta qualidade sobre as substâncias puras utilizadas como materiais de artistas é de extrema importância para a identificação e caracterização de amostras desconhecidas. No entanto, existem relativamente poucas bibliotecas de espectros de acesso aberto dedicadas exclusivamente ao campo do patrimônio cultural. Para atender a essa necessidade, no âmbito do projeto de pós-doutorado INFRA-ART, foi desenvolvida uma biblioteca espectral de acesso aberto exclusivamente dedicada a materiais de artistas e patrimônio cultural.


Até o momento, a maioria das amostras de referência incluídas são de materiais puros, mas o banco de dados cobre algumas misturas de pigmentos e algumas misturas de ligante-pigmento também. A intenção é expandir o número de amostras de referência disponíveis e enriquecer o banco de dados com mais tipos de misturas (por exemplo, aglutinante-pigmento, pigmento-pigmento, pigmento-corante) em um futuro próximo.


O banco de dados INFRA-ART é uma biblioteca espectral de última geração que fornece não apenas dados espectrais de alta qualidade, mas também informações detalhadas para cada material de referência investigado. Os descritores de metadados do banco de dados para as amostras de referência são estruturados da seguinte forma: ID da amostra (um identificador exclusivo), nome do registro, tipo de amostra, origem da amostra, origem, descrição, nomes alternativos, informações químicas, histórico de uso e classe de material.


Modelo de ficha de análise de espectro do site


A Biblioteca Espectral de acesso aberto, projetada por CERTO - INOE 2000, ofereceu mais de 680 materiais de referência de usos diversos e específicos: desde a pré-história até o século XX.



A base de dados espectrais INFRA-ART foi desenvolvida no âmbito do projeto de pós-doutoramento INFRA-ART da investigadora Ioana Maria Cortea. O design do banco de dados e o desenvolvimento da web foram realizados por Alecsandru Chiroșca e Laurențiu-Marian Angheluță.



Mais informações sobre o banco de dados espectral INFRA-ART: https://infraart.inoe.ro


E se você se interessa sobre este tema, não deixe de conferir nosso curso sobre Análise instrumental de pinturas em bens culturais, com o Prof. Dr. Thiago Guimarães. Neste curso você aprenderá:

  1. Fundamentos de técnicas como Espectroscopia de Infravermelho, Raman, Cromatografia Líquida e Gasosa, Fluorescência de Raios-X e Microscopia Eletrônica de Varredura.

  2. Aprenderá sobre quando se deve escolher cada uma destas técnicas para analisar materiais diversos, identificando suas vantagens e desvantagens.

  3. Conhecerá exemplos reais de aplicação destas técnicas e será treinado para que você tire proveito máximo delas quando tiver a oportunidade de trabalhar com estas análises.

Você poderá conhecer um pouquinho mais sobre o Prof. Dr. Thiago Guimarães em nossos vídeos de boas-vindas a estes cursos!



166 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page